O seu pedido foi enviado com sucesso.
Em breve será contactado pela Bestravel.
×
6 erros comuns de fotografia (e como evitá-los)

6 erros comuns de fotografia (e como evitá-los)

1. Não ter um forte ponto de interesse
A primeira coisa a considerar é o assunto - o que é e por que razão o vai fotografar? As imagens bem-sucedidas têm um ponto de interesse: o elemento-chave em torno do qual a composição se baseia. Esse é provavelmente o ponto que chamou a sua atenção em primeiro lugar e deve ser capaz de desenhar e prender a atenção de outros.

2. Não estar perto o suficiente do “tema central”
As boas composições não deixam dúvidas quanto ao assunto da fotografia. Como é que você tem a certeza que está claro? Uma boa forma de começar é preencher o quadro com o seu assunto. Isto ajuda a eliminar elementos desnecessários ou indesejados e supera o erro comum de tornar o assunto muito pequeno e insignificante, o que deixa o espectador a perguntar-se sobre o que seria suposto ser a foto. Muitas vezes, aproximar-se um pouco mais do assunto da foto ou fazer um pouco de zoom fazem uma enorme diferença.

3. Concentrar-se na parte errada da composição
A maior parte da imagem deve ser o ponto de interesse. Se está a focar a imagem em algo diferente do que se pretende seja o assunto principal, o espectador vai absorver a informação errada da composição.

4. Colocar o “tema” no centro da foto
Centrar o “tema” muitas vezes contribui para uma composição estática, procure colocar o ponto de interesse a uma distância do centro, contribuindo para uma maior dinâmica na imagem. Mas tenha em mente a "regra dos terços", tradicionalmente utilizada como ponto de partida para composições de sucesso. Como fazer? Imagine um ecrã, coloque duas linhas verticais e duas horizontais espaçadas uniformemente, criando uma grade de nove caixas rectangulares. Coloque o ponto de interesse, ou outros elementos importantes, sobre ou próximo dos pontos onde as linhas se cruzam. Por exemplo, se está a fotografar uma paisagem o ponto de interesse poderá ser um barco a flutuar num lago; coloque o barco numa das intersecções e também a posição do horizonte perto de uma das linhas horizontais.

5. Incluir elementos que podem gerar conflito com o tema principal
Evite incluir elementos que possam entrar em conflito com o tema principal. Olhe para o espaço em volta do tema central e atrás do mesmo e perceba se existe alguma forma, cor ou tamanho que possa dominar. O que deixa de fora do quadro é tão importante quanto o que deixa dentro.

6. Não pensar sobre a direcção da luz
A direcção da luz e como esta ilumina o objecto, seja a luz natural do sol, dentro de iluminação incandescente, à noite ou uma lanterna, pode alterar na totalidade o resultado final. É portanto, vital que observe a luz e que estude a forma como esta pode influenciar o resultado.

Fonte: LonelyPlanet

 

BESTRAVEL a maior rede de agências de viagens portuguesa em regime de franchising.

Os preços apresentados baseiam-se em pesquisas anteriormente efectuadas, ficando sujeitos a novos preços mediante a disponibilidade existente à data da nova pesquisa.